sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Primavera

Contemplo o meu jardim... Em flor
A primavera chegou... Em flor
A luz divaga em cor
Em todo o contentamento
Desabrochar em flores  
A esperança de cada dia
Regozijo em sentir
O perfume e doçura
Fragrância que vento leva
Em gotas de caricias
Deixando a alma leve
Pelegrina nas azas do beija flor
Sensações que nem sei... Paz
Dadiva divina que acalenta       O amanhecer da primavera

                                                       Paulo Knop <>< 22 set. 2017

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Faces do Amor


O amor ...
é uma moeda de ouro
brilha e reluz
nos faz regozijar
nos faz sonhar
fragrância de sina e desejos
nos fascina
tempo e a distância não separa
em quimeras nos leva
em caminhos júbilo
palavras ditas no silêncio de um olhar
sem medo, apenas amamos

Mas toda moeda
Tem duas faces
Verso e reverso

O amor ...
escuso sentimento de paixão
matizado em tinta brilhante
brilha e reluz
nos faz regozijar
nos faz sonhar
nos fascina
mas a desilusão afiada nos corta
flagela nossa entranhas
fere como farpas afiadas
consternação da carne o pranto secou
e com medo, abdicamos de amar


                       Paulo Knop <>< Julho 2017



segunda-feira, 29 de maio de 2017

Fantasias

Já não tem mais jeito
Não temos mais as fantasias
Acabou. Se perdeu no tempo
Magoas e os desalentos ficaram
 
Tudo é apenas tédio
Talvez possa haver um dia
Possa ter só riso
Possa ir tão longe
Possa ter encanto
Se possa ser amante
Possa ser tão lindo
Pode ser brinquedo
Nem tudo precisa  
Ser tão sério
Nem tudo tão triste

                                 Paulo Knop <>< Maio 2017

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Fel

Amargos sentimentos
Arruínam todas as coisas
Se foi ou será não importa
Agora já está feito
Não existe volta
Não existe perdão
As lembranças não perdoam
Seus olhos não veem o bom
Assim destrói tudo e todos
Nada de bom fica a seu redor
Nesta escuridão de mágoas
Sozinha se afoga em fel

                                             Paulo Knop <><  abril 2017